top of page
Buscar

Viva a Terra da Liberdade!

Atualizado: 9 de out. de 2023


A expressão latina “Libertas quae sera tamen” ou “Liberdade ainda que tardia” remete à Inconfidência Mineira e está inscrita na bandeira de Minas Gerais. No conjunto emblemático, o triângulo equilátero vermelho, alusivo, ao que consta, à Santíssima Trindade... Já se escreveu que ‘ser mineiro é ser um pouco filósofo. Mineiro a gente não entende – interpreta. Mineiro sai de Minas sem que Minas saia dele’.


As singularidades de Minas e dos mineiros são marcas de identidade. Do sotaque ao vocabulário, passando pelo cheiro bom que vem da cozinha e pelas talagadas da boa cachaça, desemboca-se nessa frase sinuosa: “Minas é um Estado de Espírito”. De fato, o ideário de liberdade cultivado há séculos mantém-se vivo e atrai. Incita o desejo de conhecer com jeito e sem pressa. Daí a riqueza insondável do potencial turístico de Minas Gerais.


Da geografia


Em Minas, pode-se encontrar três biomas brasileiros: Caatinga, Cerrado e Mata Atlântica, além da ocorrência de campos rupestres, muito comuns em áreas de elevadas altitudes. A Caatinga marca sua presença no norte do estado, em especial no Vale do Jequitinhonha.


A Mata Atlântica, o 2º maior bioma do estado, é encontrada na parte oriental, nas divisas com Espírito Santo e Rio de Janeiro. Já o Cerrado, maior bioma presente no estado, aparece em 50% do território mineiro. É berço de importantes bacias hidrográficas, como a do São Francisco e a do rio Jequitinhonha. O clima apresenta variações do tropical, com temperaturas anuais médias na casa dos 18 º C.


Estrutura Governamental


A diversidade histórica, geográfica e cultural de Minas Gerais exige grande esforço do governo e da sociedade civil organizada, no sentido de capitalizar todo o potencial turístico do estado. E, com isso, gerar emprego, renda e riqueza para os destinos turísticos localizados no imenso território mineiro. Nota-se uma evolução considerável das infraestruturas – acessos, modais de transporte, meios de hospedagem e conectividade digital, entre outros.


Hoje, a Secretaria de Estado de Cultura e Turismo de Minas Gerais tem à frente Leônidas José de Oliveira. Possui graduação em Arquitetura e Urbanismo pela Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais, Mestrado em Restauração do Patrimônio Arquitetônico e Urbano em Alcalá de Henares, Espanha. Doutorado em Arquitetura e Urbanismo, Universidade de Valladolid, Espanha. Foi Presidente do Fórum Nacional de Secretários de Cultura das Capitais e Regiões Metropolitanas.


A capilaridade do turismo mineiro envolve regiões metropolitanas consolidadas, a começar pela capital, Belo Horizonte. Passa pelo conjunto arquitetônico das cidades históricas, pelo catálogo das belezas naturais exuberantes, pelos nichos culturais e gastronômicos do interior, que incluem as festas tradicionais, sem contar a beleza singular encontrada em pequenas cidades que parecem saídas de contos e romances das obras de ficção.


Cidades Top Ten


Belo Horizonte é a capital e um dos principais destinos turísticos de Minas Gerais, para quem busca viajar pelo estado. Fácil de ser explorada, conta com diversas atrações gratuitas, roteiros culturais e gastronômicos. Uma visita a BH pode começar pela Lagoa da Pampulha. A Praça da Liberdade abriga espaços culturais como o Centro Cultural Banco do Brasil, o Memorial Minas Gerais, e o Museu das Minas e do Metal, o Espaço do Conhecimento e a Casa FIAT de Cultura. Bares e botecos são imperdíveis.


Brumadinho oferece aos turistas um dos mais incríveis museus do mundo. – Inhotim. Espaço impressionante, é um mix de museu de arte contemporânea e jardim botânico.


Capitólio tem a fama de ‘Mar de Minas Gerais’, oferece dezenas de cachoeiras e inúmeras atrações nos arredores do Lago da Represa de Furnas.


Congonhas, cidade histórica, é um dos principais pontos turísticos de Minas Gerais. Preserva algumas das mais importantes obras de Antônio Francisco Lisboa, o Aleijadinho. Um paraíso para os amantes da arte.


Diamantina recebeu o título de Patrimônio Cultural da Humanidade pela Unesco. Reserva preciosidades que vão além da história ligada à extração de diamantes no século XVIII.


Mariana, junto com Ouro Preto, lidera a atratividade das cidades históricas. Belas igrejas, casarões coloniais, pequenos museus e o maravilhoso passeio de trem entre as duas cidades.


Ouro Preto, fundada no século XVIII, revela paisagens e obras de arte de valor inestimável, além de alguns dos principais pontos turísticos de Minas Gerais. Em meio a incontáveis ladeiras, o melhor da arquitetura colonial.


Poços de Caldas


Com um imponente hotel no meio da cidade e a 300 quilômetros de BH, conta com atrativos naturais e culturais. Os pontos turísticos do destino foram utilizados como cenários para a novela 'Além da Ilusão', da TV Globo, neste ano.


São Thomé das Letras


A 310 quilômetros de BH, a cidade reúne numerosas grutas, cachoeiras, casas e ruas de pedra, além do seu principal destaque, o pôr do sol na Casa da Pirâmide.


Tiradentes está entre os mais charmosos destinos de Minas Gerais. Com ruas de pedra e cercada por casarões coloniais coloridos, Tiradentes é linda, tranquila, fotogênica e muito convidativa a dias de descanso. Além dessa relação ‘Top Tem’, o viajante tem uma infinidade de localidades fascinantes a visitar.


Números


No 1º semestre de 2023, perto de 5 milhões de pessoas transitaram pelo terminal aéreo de BH. Um aumento de fluxo de 16% em relação a 2022. Expectativa é encerrar 2023 com uma movimentação total de 10,5 milhões de passageiros. Em julho, a taxa de ocupação hoteleira foi de 74,67%. Diferença positiva de 12,54% em julho de 2023, em comparação ao mesmo período do ano anterior.


No interior, destaque para o Parque Estadual da Serra do Rola-Moça: 47.101 visitas de janeiro a junho. Em julho, o fluxo de passageiros no interior de Minas Gerais registrou um crescimento de 54.278 passageiros em relação ao mesmo período de 2022. De janeiro a julho, o Instituto Inhotim registrou 165.051 visitantes. Aumento de 39% em relação ao mesmo período de 2022.





2 visualizações0 comentário
bottom of page