top of page
Buscar

Skålegas visitam reserva indígena na maior metrópole da América Latina



A Skål Internacional São Paulo realizou no último sábado, dia 3 de fevereiro, a primeira programação do ano, para ter um dia de experiência na terra indígena Tenondé Porã, com cerca 16 mil hectares, no distrito de Parelheiros e Marsilac. Em toda a área demarcada pela Funai, moram 1.500 guaranis, em tekoás (aldeias). A aldeia Kalipety, visitada pelo grupo, tem cerca de 40 indígenas.


“Como líderes do setor de turismo, temos a responsabilidade de ajudar o desenvolvimento do turismo sustentável e é muito importante a visão crítica dos membros da Skål, como contribuição para cumprir bem esse objetivo”, ressalta Aristides Cury, Past President da Skål São Paulo e um dos idealizadores do programa.

Com o apoio da agência de viagens Vivalá (vivala.com.br), que atua há oito anos desenvolvendo roteiros turísticos sustentáveis e que em 2023 conquistou o selo de empresa B, o grupo de 25 skålegas e familiares participou dessa experiência diferente e enriquecedora. O grupo também teve apoio logístico da Paxtour, do skålega Auro Wandermüren.


"A parceria com a Skål Internacional São Paulo mostra o interesse cada vez mais crescente da classe turística em experiências mais profundas, autênticas, que possam gerar real envolvimento dos visitantes e impacto positivo aos visitados. Em nossa experiência na Terra


Indígena Tenondé Porã vivemos uma bela conexão através do turismo sustentável." disse Daniel Cabrera, diretor executivo da Vivalá.


“Foi muito interessante conhecer essa área dentro do município de São Paulo e sermos guiados pelo líder indígena Verá, de 35 anos, que explicou detalhadamente sua cultura, seu modo de vida, a organização social e suas crenças; tivemos muitos ensinamentos”, destaca o Presidente da Skål São Paulo, Walter Teixeira.



Na ocasião foi apresentada a nova skålega, Michele Vicente, chefe de equipe da Coordenadoria de Desenvolvimento Sustentável da Secretaria Municipal de Relações Internacionais de São Paulo, que ajudou na estruturação do turismo no Polo de Ecoturismo de São Paulo, que foi pinzada por Elenice Zaparoli, Diretora de Eventos do Convention & Visitors Bureau de São Paulo.


Desde sua fundação, em 1934, pin Skål (bóton) identifica lideranças profissionais dos diferentes segmentos do mercado de viagens, turismo e eventos, que tenham exercido cargos de liderança por no mínimo cinco anos, conectados em rede colaborativa com mais de 12 mil associados, em mais de 306 cidades de 76 países.    


16 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo
bottom of page