top of page
Buscar

Anac autoriza voos comerciais na Base Aérea de Canoas, na região metropolitana de Porto Alegre

A Base Aérea de Canoas, administrada pela Força Aérea Brasileira (FAB), funcionará como aeroporto e receberá 35 voos semanais, a partir desta quarta-feira (22/05). A medida emergencial servirá como alternativa ao Aeroporto Internacional Salgado Filho em Porto Alegre (RS), que está fechado por tempo indeterminado desde 6 de maio, após ter as instalações térreas e a pista de pouso e decolagem alagadas com a cheia do Guaíba.

De acordo com o Governo Federal, as companhias podem iniciar a venda de bilhetes a partir de hoje. Amanhã (22/05), os voos poderão ser iniciados, conforme a demanda que as aéreas receberem.


Embora já autorizada a venda, o prosseguimento de compra das passagens ainda não está disponível no sites da cias. Em nota ao jornal O Globo, “a Gol disse que deseja operar em Canoas, mas elencou que espera o cumprimento de requisitos estruturais e de segurança para iniciar pousos e decolagens no aeroporto. A companhia disse que não prevê data para o início da operação, mas planeja ter nove voos semanais operando na cidade gaúcha.”


Já a Latam, “informou que vai operar voos comerciais de passageiros para a Base Aérea de Canoas de forma excepcional, e que as passagens estarão disponíveis em breve. A companhia não deu detalhes de quando a operação de comercialização das passagens estará disponível.”


A Azul iniciará a operação a partir de 1º de junho. O voo partirá do Aeroporto Internacional de Viracopos, principal hub da companhia, às 08h15, chegando a Canoas às 10h. Os voos de retorno partirão às 11h30, com chegada prevista às 13h15, em Campinas, com aeronaves Embraer E1-195. Para essas operações, o local de embarque e desembarque será o ParkCanoas Shopping, que servirá como base para atendimento dos Clientes. Mais informações podem ser encontradas neste link.


Com este anúncio, a malha emergencial terá 134 voos para o acesso ao Rio Grande do Sul por semana, A primeira fase do plano de aviação foi anunciada com 116 voos comerciais semanais.


“Com mais 6 mil [passageiros] que nós teremos em Canoas, vamos ter condições de atender, no primeiro momento, a 30 mil passageiros por semana”, estima o ministro da Secretaria Extraordinária, Paulo Pimenta.

6 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page