top of page
Buscar

10 anos de muito trabalho pela frente para cumprir o Plano Estratégico do Turismo fluminense

Sávio Neves: Missão cumprida, agora são 10 anos de muito trabalho pela frente para cumprir o Plano Estratégico do Turismo fluminense

Por Arnaldo Moreira



Inspirado no belo texto intitulado MISSÃO CUMPRIDA, do querido Mestre, Ministro Lummerz, com quem tive a honra de dividir a Plenária do Fórum de Secretários Estaduais do Brasil, tambem estou encerrando minha colaboração na gestão pública, no honroso cargo de Secretário de Turismo do Rio de Janeiro, do Governo Cláudio Castro.


Alguns projetos e programas já iniciados e que ficam para sua consolidação no futuro, outros que começaram nos últimos 10 meses e que já conseguimos entregar neste período… a marca da continuidade, por si só, já faz uma enorme diferença em um Estado que tem a nociva cultura da política de descontinuidade. Isto afeta o ritmo, prazos, motivação da equipe, otimização de recursos, mobilização das pessoas envolvidas nos projetos… perde -se energia, tempo e dinheiro com esta prática nefasta.


No Turismo fluminense, para a saudável retomada pós pandemia, e desde seu enfrentamento, felizmente temos tido uma sucessão de gestão pública complementares e sequenciais, do mesmo grupo que compartilha o entendimento de que para avançar no Turismo, como importante atividade econômica do Estado, Vocação natural, precisamos consolidar a união entre a iniciativa privada e o Poder Público, tendo o Conselho Estadual como catalizador e o guardião dos avanços .


E assim tem sido nos últimos anos, passando pelos Secretários, Grão Mestre Nilo Sergio Félix, Otavio Leite, Adriana Homem de Carvalho e Gustavo Tutuca.


Entre as muitas realizações, aquela que mais me enche de orgulho e perspectivas pro futuro brilhante onde nosso setor pode se apoiar, foi a entrega do Plano Estratégico do Turismo para os próximos 10 anos.


Neste inedito compêndio, que levou mais de 2 anos para ser entregue, em parceria com a UFF, foi feito um estudo aprofundado de todo inventário turístico do Estado, nas 12 regiões geoturisticas.


Em um segundo capitulo, projetamos para 2032 o TURISMO que o Rio de Janeiro merece e a sua sociedade espera para utilizar todo seu potencial de mercado.


E, no exercício mais importante, no terceiro caput, elencamos todas ações de curto, médio e longo prazos a serem realizadas durante o período do decênio para se atingir as metas projetadas.


Números insignificantes que hoje refletem o segmento, constrangem seus agentes e operadores.


Participação de apenas 5,49 % do PIB Estadual, 800 mil empregos, 1.2 milhão de turistas estrangeiros e menos de 15 milhões de turistas domésticos, são reflexos de um Turismo esgotado, derrapante, sem o investimento que sua importância e tamanho merecem.




O Turismo do Brasil só será pujante quando o Turismo do Rio estiver vigoroso, forte, virtuoso.


É um grande equívoco, que se repete sucessivamente pela Administração Central, não fortalecer a infraestrutura do Rio, com seus Portos, Aeroportos, Rodovias, Ferrovias, Píer, Ilhas, Fortificações Militares, Parques e Unidades de Conservação Ambiental … tudo competência Federal que atinge diretamente a atividade turística no Rio.


Prédios tombados, abandonados, que teriam uso de grande utilidade para prestação de serviços turísticos, como a Gare Leopoldina, Edifício A NOITE e tantos outros…


Há mais de 25 anos a Embratur, e depois o Ministério, investem sem sucesso, na substituição do Rio do seu papel fundamental de promover e divulgar o Brasil no exterior.


Ignorantes e neófitos no tema, não compreendem que fabricar um novo garoto propaganda custa muito dinheiro e muito tempo …


Dinheiro e tempo que o Turismo do Brasil não tem. Pra consolidar um destino internacional, que vá atrair visitantes pro Brasil e, a partir daí, irradiar pra outras Cidades brasileiras, exige-se criar uma história, arquitetura, cultura, ginga, música, gastronomia, sotaque… O Rio está pronto para ser o Garoto Propaganda do Brasil, repaginado e revigorado. Agora é a hora de “arrumar a casa”, que significa requalificar sua infraestrutura e tratar a questão da segurança total, TOLERÂNCIA ZERO, nos corredores turísticos, como prioridade máxima.


Com estes dois mantras, o Rio estará pronto pra desempenhar seu papel de ajudar o Brasil a triplicar o número de visitantes estrangeiros que há 25 anos teima em empacar no mesmo patamar vergonhoso.


Temos o Melhor vendedor!




Aproveitar o Zé Carioca, personagem criado ha 80 anos pelo próprio Walt Disney, maior centro de entretenimento do mundo, presente em todo planeta, para “vender” o Rio no exterior… só os Parques da Disney da Flórida, recebem 50 milhões de pessoas/ano;


Temos o Melhor WELCOME!


Implantar a ligação aquaviaria por Hovercrafts, entre os dois aeroportos do Estado ligados por uma linda e famosa Baía da Guanabara, abrindo para o visitante a mais espetacular janela do Rio na sua chegada;


Vamos ganhar o Oscar de Hollywood!


Investir em produções cinematográficas de qualidade internacional que tenham o Rio como paisagem de todo roteiro;


Fazer o melhor Calendário de mega eventos do mundo!


Contratar mais 10 mega eventos, música e esporte, do tamanho do Réveillon, Carnaval e Rock in Rio, para completar o álbum de 12 eventos anuais, um em cada mês;


Somos o Berço da Música MPB!


Fazer do novo MIS a casa da Bossa Nova;


Investir na Cidade do Samba, com programação diária, o ano inteiro, de alto padrão de servico;


Criar Facilidades!


Implementar o TAX FREE;


Criar o Portal de Eventos!!!


Transformar o Rio em um grande Polo de Eventos corporativos, de pequeno, médio e grande portes, diminuindo a burocracia e riscos institucionais para os promotores de Feiras;


Enfim, seguir a “receita de bolo” prevista no Plano Estratégico para os próximos 10 anos, especialmente no que se refere à investimento em Promoção do Rio, é a fórmula de sucesso que os principais destinos do mundo, nossos concorrentes, que mais recebem turistas, adotaram a tempos, e hoje colhem excelentes resultados econômicos e fortalecem sua Balança Comercial.




A Missão é comprida, mas sabemos onde chegar para cumpri-la!


* Sávio Neves é empresário, engenheiro, diretor do Trem do Corcovado, ex-secretário de Estado de Turismo do Rio de Janeiro e membro do SKÅL Internacional do Rio de Janeiro.


5 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page